1 2 3 4 5»
;
Shhhhhh!
“Deixa em paz meu coração, que ele é um pote até aqui de mágoa, e qualquer desatenção, faça não. Pode ser a gota d’água.” — Chico Buarque
8861 notes
reblog
“Aí eu tomo um banho bem quente, pra te espantar da minha pele. E canto bem alto, pra te espantar da minha alma. E escovo minha língua bem forte, pra separar seu gosto do meu. E quase vomito, pra parir você do meu fígado. E tento ser prática e parar de suspirar. E tento abrir a geladeira sem me perguntar o que eu poderia comprar pra te agradar. E tento me vestir sem carregar a esperança de esbarrar com você por aí.”
Tati Bernardi.    (via inverbos)
Fonte:homemtequila
4750 notes
reblog
Fonte:m-achoalpha
33130 notes
reblog
“Caiu finalmente a minha ficha do quanto você é, tão e somente, um cara burro.”
Tati Bernardi.  (via enoitecer)
Fonte:quotesetrechos
1174 notes
reblog
Fonte:i-n-s-e-n-s-i-v-e-l
33 notes
reblog
“Sim. Era isso que eu esperava. A resposta correta pra me fazer lembrar porque eu mudei tanto. As promessas que fiz à mim mesma precisam ser cumpridas. E as que as que fiz aos outros, preciso esquecer. Agora é hora de pensar se penso em mim, ou se continuo pensando no que pode ser. Ou arrisco, ou me tranco. Penso. Penso tanto que perco o sono. Perco a fome. Perco a coragem. Coragem que me falta pra poder arriscar. Coragem que devo conseguir pra poder cumprir as minhas promessas. E todos esses “e se” me perturbam o dia inteiro. O que fazer se tenho tantos medos dentro de mim? Esses milhões de pensamentos covardes me dominam. Todos os dias, o dia todo. E me pergunto: mato, ou morro de medo?”
Fonte:silenciosemfim
40 notes
reblog
“É difícil, eu sei. Sei que vai doer sempre que minhas melhores lembranças aparecerem sem querer. Quando eu precisar compartilhar algo sobre mim que ninguém mais souber o que veio antes, e antes disso. Em todas as vezes que eu estiver chorando, e precisar fugir pra casa de alguém. Nos dias em que eu precisar apenas de um colo, ou de um sorriso arrancado por cócegas. Vai doer quando eu menos esperar, e a saudade bater. Quando eu ver fotos de outras pessoas, que eram parecidas com as nossas. Quando eu estiver na rua, e ver um casal de melhores amigos se “estapeando” por algum motivo qualquer, e depois dar um abraço bem apertado. Vai doer mais ainda, e cada vez mais. E o que vou dizer quando me perguntarem como vai o meu melhor amigo? Quantas vezes vou ter que dizer que não existimos mais? Uma hora vai passar. Eu sei que vai. Mas não entendo como fomos nos transformar tanto. Por que queremos parecer tão inteligentes, quando sabemos que nós dois não passamos de dois patetas? Por que nossas indiretas se tornaram maiores do que o nosso sorriso? E em todas as vezes que precisamos, por que não procuramos um ao outro? Nosso ciúme, por que ele foi ficando cada vez mais estranho? Ainda pouco chorei, mas não quis dizer pra ninguém. Aliás, venho fazendo isso à muito tempo. Eu sempre preferi sofrer sozinha. Mas a minha cura, era sorrir contigo. Talvez eu sempre tenha feito o certo, ou talvez seja o meu maior erro. Mas hoje, quase tive a certeza de que foi o melhor que sempre fiz. Pedir desculpas nunca foi meu forte, mas cansei de fazê-lo para não te perder. Em todas as vezes que a consciência pesou, eu corri atrás dos meus erros, pra tentar acertar alguma vez. Meu egoísmo nunca pôs nossa amizade em risco. Mas agora, nossa infantilidade fez com que isso acontecesse. Talvez, não seja culpa da infantilidade, mas eu prefiro pensar assim, à ter que lembrar das coisas que li hoje, ontem, anteontem… Isso foi o piór. Piór do que ter parado de falar com você. Pior do que sentir que não fui capaz de ser uma boa amiga. Tenho medo que essas palavras não me deixem de atormentar. Medo de todas as vezes que lembrar de algo bom nosso, lembrar dessas palavras e retirar o sorriso saudoso. Meu medo é te perder da memória por conta de palavras que estão me fazendo tão mal agora. A única coisa que desejo nesse momento, é que de alguma forma, Deus possa aliviar nossos corações. Deixando apenas as lembranças boas de momentos inesquecíveis. De histórias únicas e experiências completamente diferentes. Conselhos que acabaram em risadas, e cócegas que nos fizeram correr atrás do outro pra revidar. Ligações no meio da madrugada, ou apenas durante o dia, apenas pra perturbar. Quero que aquelas vezes que você me pôs apelidos idiotas que me fizeram rir, ou que me fizeram ficar com raiva, não desapareçam da sua memória. Muito menos, da maneira engraçada que começamos a nos falar. Sorrisos, brincadeiras, palavrões, apelidos, conversas, xingamentos, micos, abraços, lágrimas, carinhos, tapas, beliscões, broncas, conselhos, idiotices, guerras, SMS, medos, birras, saudades, corridas, jogos, fugas… Seriam poucas as palavras pra descrever tudo o que juntos vivemos. Eu só precisava escrever. Escrever para que alguém, em algum lugar pudesse ler, e talvez sentir o mesmo. Porque desabafar com alguém, é a ultima coisa que eu penso agora. Deus cuide de nossas vidas, mesmo estando separados agora. Que você seja feliz, e que alguém possa ser melhor que eu. Obrigada por tudo, sempre.”
Fonte:silenciosemfim
13 notes
reblog
“É horrível essa minha mania de tentar adivinhar o que vai acontecer quando você me diz algo. Mas é incrível como eu sempre acabo acertando, de alguma forma. Deixo vestígios da minha vontade de te ter. Sinto sua falta, e sumo pra ver se você sente a minha. Mas é mais difícil do que eu planejo. Qualquer sinal teu, é sinal de desespero pra qualquer tipo de pensamento que me proíba de falar com você. Tô escrevendo mais uma vez, porque tentei te dizer tanta coisa hoje, e você simplesmente desaparece do mapa. Perdi as contas de quantas vezes pensei em te excluir de vez da minha vida. Excluir você, que bagunça a minha vida, meus planos, meus sentimentos. Que bagunça meus cabelos, e bagunça meu sorriso. Bagunça cada gota de orgulho que guardo em mim. Bagunça minha vontade de te mandar pro caralho. Bagunça tudo.
De alguma forma, tudo que é errado me atrai. E você é meu maior erro ultimamente. Um erro tão grande, que as vezes me dá raiva. E de repente, tu me dá aquele sorriso largo. E tu me ganha, e faz com que aquela raiva se transforme em vontade de tê-lo para sempre. Eu sei, eu sei. Eu sou louca! Exagerada! Estúpida! Grossa! Eu sei. E é uma pena que você não saiba que eu me tornei um pouco pior depois que te conheci. Na verdade, te conheci e me tornei alguém que desconheço. Cadê aquela garota que não ligava pra porra nenhuma? Que detestava qualquer tipo de coisa melosa? Não que eu odiasse, e fosse a pessoa mais fria do mundo, e nem que agora eu goste. É que agora me pego pensando em você. Me vejo lembrando do teu beijo, e me esqueço do resto do mundo. Por alguns instantes, pareço sentir teu cheiro. E fico me perguntando: Porque diabos?
Odeio você. Odeio a forma como me liga de madrugada e me acorda com a voz mais carinhosa do mundo. Odeio sentir felicidade e sorrir por algo tão simples, que me faz ganhar o dia. Odeio ter que sentir tua falta, e querer te ligar o tempo inteiro. Odeio quando você some, e simplesmente me ignora. Detesto te esperar. E me pego esperando coisas de você o tempo inteiro. E tudo isso faz com que eu me odeie. Odeio tuas olheiras e aquela tua cara de sono permanente. Odeio a tua cor branca, que me enche os olhos. Não suporto a tua voz, porque tem se tornado o meu som mais frequente. Odeio ter que gostar tanto de você. Odeio todas as vezes que me sinto abandonada por você. Me odeio por me permitir sentir assim outra vez, depois de tanto tempo. Mas adoro a forma como te odeio algumas vezes, sabe? Me dá vontade de ficar presa nos teus braços por um longo tempo. Vontade de te abraçar tão forte, até que você sinta o quão feliz estou por estar ali. Você me prende, cara. E então porque caralho você não me faz sentir segura?”
Andrezza Amorim (via silenciosemfim)
Fonte:silenciosemfim
13 notes
reblog
27 notes
reblog
“Dizem que eu estou apaixonado. Bobagem, não nasci pra essas coisas.”
Querido John. (via w-e-a-r-e-r-o-y-a-l-s)
41173 notes
reblog
“No início você briga, chora, faz drama mexicano. Então percebe que é cansativo demais manter esse jeito de levar as coisas. Acostuma-se… Não que pare de doer, mas que cai no seu entendimento que às vezes perdemos algo e não há solução. No fim você coloca um sorriso no rosto e finge que é sincero, até que a vida o faça realmente ser. Talvez os amores eternos sejam amenos e os intensos, passageiros. É isso.”
 Caio Fernando Abreu. (via delator)
Fonte:beocio
89775 notes
reblog
1031 notes
reblog
“Mudei um pouco sim. Antes, quando a garota falava “te amo”, eu perguntava o quanto. Hoje, pergunto rindo, “até quando?”
Soulstripper.   (via sofisticou)
Fonte:expurgar
13234 notes
reblog
“Vou te pedir que fique. Mesmo que o futuro seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito pra gente. Esse é um pedido egoísta, porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão. Mas por outro lado, posso te fazer feliz também. É um risco. Eu pulo, se você me der a mão.”
Caio Fernando Abreu. (via romanceais)
Fonte:segredou
11 notes
reblog

Desconfio que eu seja o lado amargo da vida.

789 notes
reblog
“Na boca em vez de um beijo um chiclete de menta, e a sombra do sorriso que eu deixei.”
Engenheiros do Hawaii. (via velejo)
Fonte:resolto